skip to Main Content
Menu

Quando nada pode dar errado…

Você já sentiu isso? Eu sinto todos os dias, a toda hora.

E sabe por que?

Porque para mim não existe “dar errado”.

O que existe é algo que não saiu exatamente como eu planejei. E quando isso acontece, eu pego o que deu certo, e faço algo diferente. Simplesmente mudo o plano.

Você já parou para pensar que algum projeto ou negócio só dá errado quando desistimos antes de terminar?

Claro que muitas vezes ele nos dá tanta dor de cabeça, nos custa tanto financeiramente como emocionalmente, que é melhor desistir e começar algo novo. Isso não quer dizer que ele não deu certo, mas sim que você simplesmente DECIDIU pará-lo pois percebeu que não valia a pena.

Porém, quando obstáculos aparecem (e eles sempre aparecerão), e mesmo assim você sente que esta no caminho certo, vá em frente!

Lembremo-nos da frase de Thomas Edison: “Eu não falhei. Somente descobri 10.000 maneiras que não funcionam.”

No meu negócio, muitas vezes já tive que mudar o percurso ou fazer “bicos” com outras coisas, até começar a “dar certo”. Afinal de contas, quando acreditamos naquilo que queremos, não há nada de errado em fazer o necessário para sustentar nosso sonho, até que este nos traga retorno financeiro.

E voltanto ao meu negócio, ele ainda não atingiu seu potencial máximo. Porém sei que estou no caminho certo, pois voltando a temática do texto, não há caminho errado. O que há é o reconhecimento que certos desvios de percursos são necessários, mas o caminho continua sendo o certo.

Se um curso ou programa que crio não faz o sucesso que eu antecipo, não fico triste ou desesperada. Eu aprendo que a maneira como o divulguei talvez não tenha sido a mais adequada, e assim mudo da próxima vez.

Só alcança o sucesso realmente quem não tem medo de cair da bicicleta, se levantar, limpar a terra da calça e ir adiante.

Perseverança e trabalho, unidos a paixão, levam ao sucesso.

Afinal até Edison dizia: “Oportunidades são passadas desapercebidas pela maioria das pessoas, pois elas vêm vestidas de macacão e se parecem com trabalho”.

Então, que obstáculos você já passou e como você poderia dizer que eles lhe ajudaram a ser ou chegar onde você está?

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *