skip to Main Content
Menu
Você Tem Uma Vida Ou Estilo De Vida?

Você tem uma vida ou estilo de vida?

lifestyleAcabei de ler um texto do “pai” do coaching  Thomas Leonard que fala sobre vida x estilo de vida.

Ele nos pergunta se estamos vivendo nossa vida de acordo com o que nos é importante, ou se estamos simplesmente seguindo um estilo de vida que não é nosso.

Isso me fez parar para refletir sobre como a maioria de nós, da sociedade chamada moderna, vivemos. Com o bombardeio infinito de comerciais, revistas, jornais, reality shows, novelas, etc é muito difícil separarmos hoje em dia o que é nosso e o que é emprestado.

Será que trabalho horas a fio para conquistar o sucesso que eu quero, ou que eu acho que devo ter?

Será que estou sempre pagando prestações de carros novos porque o meu velho não me serve mais, ou porque não posso mostrar que tenho menos que os outros?

Essas perguntas me seguiram durante muitos anos da minha vida. Tanto me assombraram que saí da minha cidade natal, do meu país, para descobrir quem eu realmente era.

E ao voltar, depois de mais de 10 anos fora, percebi que muitas delas não estavam respondidas de verdade dentro de mim. Eu ainda tentava ser quem eu não era para não estar aquém dos outros a minha volta.

Vesti uma mascara por muitos anos. Tentei ser o que eu ACHAVA que deveria ser, e com isso sofri muito.

Quando tive coragem de assumir que talvez algumas das minhas opções não fossem minhas mesmo, algo parece que se levantou. Deixou-me mais leve.

Não tenho absolutamente nada contra um estilo de vida de luxo, pelo contrário. Se ele é fruto do seu esforço, amor ao que faz, se ele é sua recompensa, maravilha!

Mas se ele for um fim, o objetivo final do seu suor, para poder sentir-se bem sucedido perante a sociedade; se para alcançá-lo você esteja sacrificando aspectos mais importantes da sua vida, está na hora de pensar duas vezes.

Essa reflexão deve estar conosco todos os dias, a cada escolha de compra, a cada gasto ou  trabalho que nos propomos a fazer.

Fazer por um significado interno nos tráz muito mais satisfação que somente para manter as aparências. Mesmo que racionalmente não achemos que estejamos fazendo o mesmo.

Termos coragem de dizer não ao que esperam de nós (ou o que achamos que esperam) e sim para o que nos toca de verdade o coração, não é algo fácil. Porém algo que vale MUITO a pena!

Então fica aqui minha pergunta a você: Se você não conhecesse ninguém a sua volta e a opinião deles não te interessasse em nada, como você escolheria viver?

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *