skip to Main Content

Empreendedor também desanima?

Essa semana falei com duas pessoas, uma cliente, e uma amiga em “crise”. Quero dizer, com aquele desânimo, vontade de largar tudo, desacreditadas das próprias escolhas ou capacidades.

Bom seria se isso acontecesse somente com alguns, como elas, não?

Quem não tem seus dias das “vacas magras”, do desânimo, da vontade de ficar embaixo das cobertas e não ser incomodado por ninguém?

Como seria bom se eu não tivesse esses dias também… Aqueles que dá vontade de jogar tudo para o ar, ligar o f-da-se, e desistir de tudo….

Infelizmente, muitos empreendedores acabam fazendo isso no desespero. Muitas vezes esses dias demoram mais que o normal para passarem, e a sensação que temos é que o caminho mais certo mesmo é desistirmos.

Fora que dependendo de quem está a nossa volta, isso só se agrava. Nesses dias o que mais precisamos, além de nos darmos o direito de nos sentir assim, é de uma boa equipe de torcedores.

O que eu quero dizer com isso? Pessoas que te apoiem e queiram o teu sucesso. Como respondi para minha amiga hoje “pois o mundo em geral vai sempre nos testar e tentar nos trazer para baixo”.

Então para resumir o que devemos fazer quando isso acontece:

1.saber se esse desânimos tem alguma causa específica ou veio assim, “do nada”

2. se veio de uma causa específica, é preciso analisá-la e ver como resolvê-la;

3. senão, o importante é saber que é normal, e assim como o desânimo veio ele vai embora;

4. se unir a pessoas positivas, que te apoiem em todos os aspectos do teu negócio e vida;

5. procurar alguma coisa, alguma ação que te levante. Ela não precisa ser necessariamente relacionada ao seu negócio, mas precisa ter algum tipo de ação. Pois quando ficamos focados somente nos pensamentos, analisando tudo, nos afundamos ainda mais. Muitas vezes quando agimos, fazemos alguma coisa que gostamos ou que precisamos, o ânimo volta;

6. e se nada disso funcionar, toma um chazinho de camomila ou um chocolate quente (principalmente se você morar num lugar frio como Curitiba), pega um filme bem alto-astral na locadora, se mete embaixo das cobertas e relaxa!

O importante é não tomar nenhuma decisão drástica neste momento, pois a probabilidade de arrependimento pode ser grande!

Comentários

comentários