skip to Main Content

Encarando o “monstro” financeiro…

Trabalhando nos objetivos de uma cliente esses dias, perguntei quanto ela gostaria de ganhar em 2011.

Depois de dizer os números eu perguntei como ela chegaria lá, pois um dos seus desafios, é que, segundo ela para ganhar mais ela teria que ter mais clientes, porém já está com a agenda lotada sem tempo para mais ninguém.

Sem ter uma resposta para minha pergunta, indaguei quais as atividades que mais redem para ela possa focar nestas, delegando ou terceirizando assim as menos lucrativas (famosa teoria do 80/20).

Após alguma reflexão, ela tinha uma vaga idéia de quanto cada cliente ou atividade trás no fim do mês…

Gente, ela não está sozinha!

Uma grande parte dos profissionais liberais não encara sua profissão como um negócio,
muitas vezes deixando esses “detalhes” de lado, que os impedem de ganhar mais, trabalhando de forma mais eficiente.

Minha sugestão foi que começasse então a anotar diariamente suas atividades e no final de umas semanas analisaríamos os números.

Como uma nutricionista que pede para seu novo cliente anotar tudo o que come durante o dia para poder montar um cardápio de acordo.

Houve certa exitação por parte dela… falta de tempo?

Não.

Medo, acredito eu.

Medo de enfrentarmos nosso negócio de frente, principalmente nossas finanças.

A não ser que o seu forte sejam finanças ou contabilidade, a maioria das pessoas tem uma tremenda dificuldade em lidar com o seu bolso.

E o mais engraçado disso tudo é que TODO MUNDO, quer queiram ou não, tem que lidar com dinheiro
todos os dias da sua vida!

Eu mesmo tinha este medo há um tempo, e o que me fez superá-lo foi entender que só tememos o que não
conhecemos, e ao encararmos de frente algum assunto e aprendermos mais sobre ele, o medo vai indo embora até olharmos para trás e vermos que a coisa era bem mais simples que imaginávamos.

O medo é uma coisa natural, que todos nós passamos muito mais vezes que gostaríamos.
Porém ele é o que separa o joio do trigo. É quando aqueles que têm coragem de lidar com a situação APESAR do medo, se destacam deixando os outros para trás.

O ponto é o seguinte: se você está cansado da imprevisibilidade monetária por ser autônomo e
adoraria poder saber o quanto ganhará no final do mês, ou melhor ainda, poder PLANEJAR o quanto quer
ganhar no final do mês…

você precisa encarar este “monstro” de frente. Pois uma vez que ele sai da sombra,
se torna um anilzinho muito mais fácil de domar.

Para receber textos como este semanalmente, inscreva-se no www.melinakunifas.com

Comentários

comentários